Solliciteren bij de Partij voor de Dieren banner

2002

O Partido para os Animais foi fundado em 2002. Naquele tempo o bem-estar de animais mal contava na política. Os interesses económicos sempre venciam dos interesses dos animais.  As organizações de protecção aos animais não conseguiam deveras mudar isso. O envolvimento dos políticos em questões de bem-estar e de direitos de animais era nulo. Os partidos políticos que estavam no poder não conseguiam dar suficiente atenção a estes assuntos.

Em 2002 Marianne Thieme (actual líder do partido), Lieke Keller (directora do escritório do partido) e Ton Dekker (antigo membro do conselho) criaram conjuntamente um partido que tinha como tema principal os direitos e o bem-estar de animais. Isto eles fizeram para efectuar uma real mudança. Assim o Partido para os Animais nasceu, pouco antes das eleições nacionais em janeiro de 2003.

Primeiramente o novo partido foi recebido com críticas acerbas e muita zombaria. Vinham perguntas como: O que queres? És realmente um partido político que defende exclusivamente os interesses de animais? Mas também houveram muitas reacções positivas. Recebemos inúmeros emails de pessoas (no país e no exterior) que finalmente puderam vislumbrar uma pequena esperança de alcançar um tratamento mais respeitoso e humano dos animais.

2003

Para a grande surpresa das pessoas que nos criticaram, foi por pouco que não conseguimos uma cadeira no parlamento nacional em 2003. Com uma pequeníssima diferença nós teríamos estado no parlamento logo após a fundação. Isto foi uma bela proeza, ainda mais considerando o curto tempo de preparação e a falta de recursos financeiros para organizar uma campanha eleitoral.

2006

plaatje1Em novembro de 2006 houveram novas eleições por que o governo tinha caído. Dessa vez tivemos êxito: o Partido para os Animais foi eleito no parlamento. E não com somente uma cadeira mas com 2 das 150 cadeiras na Câmara Baixa da Holanda: Marianne Thieme e Esther Ouwehand.

Após a nossa eleição no parlamento nacional, o partido estendeu-se com uma organização juvenil (PINK!) e um departamento científico (a Nicolaas G. Pierson Foundation).

2012

Em 2012 o Partido para os Animais comemorou seus 10 anos de existência com um documentário sobre a história do partido até aquele momento: A Lebre na Maratona.

2015

O partido cresceu e tornou-se o principal movimento de direitos dos animais na Holanda com um total de cinquenta representantes: dois na Câmara, dois no Senado e uma no Parlamento Europeu, dezoito representantes em dez conselhos provinciais, doze representantes de doze conselhos municipais e quinze representantes em oito placas de água.

2017

Em 15 de março de 2017, o Partido para os Animais ganhou cinco assentos parlamentares nas eleições parlamentares nacionais. Assim o partido foi de dois para cinco lugares, um aumento de 150 por cento.