Solliciteren bij de Partij voor de Dieren banner

Parlamento Europeu vota a favor da resolução histórica sobre o sofrimento das aves na indústria avícola

O Parlamento Europeu quer melhorar o bem-estar dos frangos de corte. Na semana passada, uma proposta do Partido para os Animais para combater o sofrimento das aves foi quase unanimemente apoiada.

A proposta adotada tem como objetivo utilizar frangos mais saudáveis e de crescimento mais lento. Além disso, o Parlamento está preocupado com a elevada densidade populacional destes animais nas granjas: uma granja geralmente contém dezenas de milhares de galinhas e o espaço ocupado para cada animal é menor que o tamanho de uma folha de papel. Isso tem que mudar.

“95% de todos os frangos da Europa são frangos de corte que são abatidos antes de terem cinco semanas de idade. Nessas cinco semanas, as aves são engordadas, desenvolvem problemas nas pernas, impossibilitando-as de ficar em pé e vivem em com dezenas de milhares de outras aves, impossibilitadas de verem a luz do dia. A grande maioria do Parlamento está agora a requisitar por luz natural, ar puro e mais espaço, e deram à Comissão Europeia um mandato claro para melhorar drasticamente o bem-estar dos frangos de corte ”, disse Hazekamp.

O Parlamento Europeu exige também requisitos mais rigorosos em relação às aves provenientes de fora da União Europeia. Países como o Brasil, a Tailândia e a Ucrânia estão exportando grandes quantidades de frango para a UE. Hazekamp: “Em países como estes, as condições de vida dos animais nas granjas são frequentemente ainda piores do que na UE. Se realmente quisermos combater o sofrimento dos animais, teremos que exigir muito mais do nosso frango importado. Caso contrário, o sofrimento animal será simplesmente realocado.

A resolução, que foi adotada integralmente, pode ser encontrada aqui.